DestaquesPolicial

Justiça determina pena pra menor por morte de policial no Maranhão

Em audiência realizada esta semana, na Promotoria da Infância e da Juventude, foi determinada pela Justiça a pena para um dos envolvidos na morte do policial Wanderson Monteiro, assassinado com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto, no município de Imperatriz. Passou por julgamento o adolescente, apontado pela polícia como autor do disparo, e ele vai receber medida de internação pelo assassinato.

O menor vai ficar internado durante três anos pelo crime, na Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) dos Três Poderes, onde já estava internado desde que foi apreendido. Esta é pena máxima permitida pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

O adolescente é apontado como o autor do disparo que vitimou o PM. Com relação ao adulto, identificado como Emerson Santos Sousa, de 25 anos, que também participou do crime, o promotor disse que ele deve passar por julgamento em uma vara criminal. Ele deve ser julgado por latrocínio (roubo seguido de morte). Enquanto aguarda julgamento, Emerson está preso na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI).

O assassinato do PM aconteceu no mês de outubro, dentro de uma loja de celular, no Centro de Imperatriz, onde o PM trabalhava como segurança particular. Toda a ação foi filmada por câmeras de monitoramento do estabelecimento e foram essenciais para identificar os suspeitos. Para fugir do crime, a dupla tentou ir para Marabá (PA), mas acabaram sendo capturados dentro de uma van dias depois.

O Maranhão se informa aqui

Gestor da AGED Balsas recebe homenagem “Honra ao Mérito da Fiscalização Agropecuária”

Envolvidos na morte do policial militar

O PM foi assassinado com um tiro na cabeça durante um assalto a uma loja de celulares. #OMaranhaoSeInformaAqui

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close