DestaquesPolítica

Manifestantes paralisam MA 006 em Tasso Fragoso e Alto Parnaíba

Na manhã desta terça-feira, moradores das cidades de Tasso Fragoso e Alto Parnaíba, no extremo sul do Maranhão, interditaram a MA 006 em dois pontos da rodovia.

Na entrada da cidade de Alto Parnaíba, onde cerca de 200 pessoas se mobilizaram para participar do protesto onde foram colocados pneus e galhos de árvore que foram incendiados como forma de chamar atenção, mas de forma pacifica. Outro ponto de manifestação é a ponte no povoado Paraíso, município de Tasso Fragoso.

Manifestantes protestam contra o péssimo estado da rodovia que mesmo antes de começar o período chuvoso na região, já se encontra praticamente intrafegável e pedem ao governo estadual que cumpra com que foi prometido desde o primeiro ano de governo, a reconstrução completa da MA-006. As medidas paliativas que são feitas duram pouco tempo.

Lideranças políticas e comunitárias manifestaram apoio as manifestações. “Nosso povo demostra maturidade para reivindicar seus direitos e nada mais democrático e legitimo do que a mobilização da população para chamar atenção do governo do estado para situação em que se encontra a nossa MA 006. Só desta forma vamos os fazer ouvir pelas autoridades”, disse o líder Aldemar do BASA, liderança de Alto Parnaíba.

Em reunião da Secretaria de Estado de Infraestrutura com Aprosoja/MA e representantes de prefeituras do sul do Maranhão, ficou acertado que a partir do final de outubro duas patrulhas ficarão disponíveis na região por um período de 120 dias, para realizar medidas emergenciais que possam garantir a trafegabilidade e uma obra definitiva de reconstrução da estrada aguarda aprovação de um empréstimo no valor de R$ 500 milhões de reais.

O Maranhão se informa aqui

Cruzada traz impacto para líderes e pastores de Balsas

A interdição da MA 006 não tem hora para parar e os manifestantes querem respostas do governo do estado. #OMaranhaoSeInformaAqui

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close