DestaquesVídeos

Centro de Valorização da Vida inicia processo de criação do posto em Balsas

A II Audiência Pública para a criação do Centro de Valorização da Vida (CVV) na cidade de Balsas/MA, foi realizada segunda-feira (04) na Câmara Municipal de Vereadores.

Com a presença do Cde diversas autoridades municipais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e sociedade civil, e do coordenador nacional do CVV, João Régis da Silva, responsavel em apresentar a instituição.

O CVV é um trabalho humanitário, filantrópico e gratuito de prevenção ao suicídio. Fundado em São Paulo, o CVV existe desde 1962 e atualmente conta com cerca de 118 postos e mais de 3.300 voluntários.

Conforme dados estatísiticos, ocorrem 1 suicídio a cada 40 segundos no mundo. 32 suicídios por dia no Brasil e cerca de 800 mil suícidios por ano no mundo. É a segunda principal causa da morte de jovens  de 15 a 29 anos, perdendo apenas para os acidentes de trânsito.

Segundo pesquisa da Unicamp, 17% dos brasileiros pensaram seriamente em cometer suicídio no decorrer de suas vidas. 9 em cada 10 suicídios poderiam ser evitados (OMS).

Com audiência em Balsas foi inciado o processo de instalação do posto do CVV com a criação de uma comissão organizadora que vai cuidar de toda a parte documental e dezenas de pessoas se disponibilizara m a trabalhar como voluntários, mas ainda falta completar esse número.

João Régis, Moisés Coelho e Fransuíla Farias (foto: Julimar Queiroz)

“Os voluntários são pessoas comuns, de qualquer formação profissional ou religiosa, acima de 18 anos, que se disponibilizam a conversar e ouvir quem procura o serviço do CVV. O trabalho tem como base o sigilo e o anonimato. Voluntários passam por treinamento, que dura em média  32 horas e o contato é feito através do telefone 188, ligação gratuita de telefone, fixo, celular, orelhão 24 horas por dia, 7 dias por semana para todo o Brasil. A proposta do CVV é oferecer as pessoas sobre a oportunidade de conversar sobre seus medos, suas angústias, decepções e alegrias. O voluntário do CVV vai estar habilitado para ouvir qualquer tipo de sentimentos, qualquer pessoa com qualquer necessidade de compreensão, aceitação e respeito poderá usar o CVV”, ressaltou João Régis da Silva, coordenador Nacional do CVV

Moisés Coelho, presidente da Câmara Municipal de Vereadores ressaltou o apoio dos mais variados setores da sociedade. “A Prefeitura Municipal, através do prefeito, Dr. Erik, o secretário de saúde, diretor do CAPS, vereadores, sociedade civil e comunidade, todos abraçando essa causa na prevenção do suicídio. Com esse esforço, vamos implantar nosso posto e sem dúvida nenhuma vai salvar muitas vidas de nossos jovens”.

Fransuila Farias, uma das maiores incentivadoras do projeto, destacou o apoio da comunidade e apresentando como voluntários. “Balsas tem um número muito elevado de suicídios e tentativas de suicídios principalmente de adolescentes e jovens e com a criação do O CVV teremos um instrumento com muita experiência e que vai ajudar a prevenir esses casos”.

O treinamento de voluntários está previsto para acontecer em março de 2020, o CVV vai funcionar nas dependencias do CAPS III e a previsão de inicio de funcionamento é para o mês de maio de 2020

O CVV realiza cerca de 3.500.000 de atendimentos por ano. Esses contatos podem ser realizados  pelo telefone 188 (24 horas), pessoalmente (nos postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br via chat, VoIP e e-mail

O Maranhão se informa aqui

Médicos e enfermeiros participam de capacitação de protocolo da OPAS em Balsas

Ainda restam vagas para voluntários que desejam fazer parte do Centro de Valorização da Vida. #OMaranhaoSeInformaAqui

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close