CulturaPolítica

Prefeitura inaugura Museu do Centenário em Balsas

História do centenário de Balsas

A história dos cem anos de Balsas será preservada por meio do museu municipal, inaugurado na noite desta sexta-feira, 08 de junho. Entre a coleção exposta, encontram-se objetos que contam a história da cidade de Balsas desde a chegada dos vaqueiros, os primeiros utensílios domésticos da cidade e do sertão, artigos de música, cinema e fotografia em uma infinidade de peças que permitem uma verdadeira viagem no tempo.

O artista plástico Adison Dias, responsável por técnico pela exposição do acervo e ocupação de espaço do Museu, destacou o trabalho em conjunto com a também artista plástica Consolação. “Juntos pensamos na dinâmica do espaço para exposição de todo esse acervo que a secretaria de cultura possui para refazer, redefinir a exposição do mesmo no museu, ou seja, criar um espaço, ambiente, em que os visitantes possam caminhar e viajar pela história da cultura de Balsas”.

A Secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Emprego, Viviane Coelho, ressaltou a importância do Museu para todos os balsenses, em especial para as crianças, que terão a oportunidade de conhecer a história desta região, as raízes desse povo. “Sem cultura e sem história nenhum povo subsiste, pois faz parte do seu conhecimento. Os estudantes e a população em geral terão aqui um ambiente agradável para visitar e conhecer a história. Também os turistas e as pessoas que vêm nas férias terão um espaço excelente para visitar e conhecer, que certamente nos dará muito orgulho em sermos balsenses”.

Clério Nascimento, secretário municipal de cultura e turismo, disse que, desde o início da gestão, se iniciou o planejamento para criar esse espaço para o Museu Municipal. “Podemos destacar as peças que eram usadas no sertão antes da tecnologia moderna. Temos o Torrador de Café, uma peça bem rústica, as panelas de Ferro que eram usadas na Trempe, a Almofada de bilro de renda, o Tear, a Máquina de Costura, a Manivela e muitos outros. São peças que nos mostram toda uma dedicação das pessoas diante das dificuldades que enfrentavam no sertão e que construíram uma sociedade saudável, da qual somos frutos hoje. Esperamos que a comunidade infantil faça bom uso desse espaço, onde é contada a história dos 100 anos de Balsas, o modus vivendi do sertanejo de um século atrás, e assim fortaleça mas a sua identidade cultural”.

O Prefeito Municipal Erik Augusto Costa e Silva, em discurso, destacou a importância da inauguração do Museu Municipal para preservação da história da região e pediu às pessoas que possuem peças antigas que possam doar para enriquecer o acervo do Museu e garantir as próximas gerações que poderão ver peças que foram importantes na vida cotidiana dos primeiros habitantes do lugar.

“Aqui temos uma exposição fotográfica que conta a história da cidade e faço um convite a todos os balsenses e visitantes a visitarem o museu, que fica na praça da igreja matriz. O museu tem o objetivo de retratar os 100 anos de Balsas e não apenas os elementos da cultura local, mas também muito da cultura dos imigrantes que chegaram e acrescentaram na nossa cultura. Queremos tornar este local um ponto de convivência da sociedade balsense. É importante o papel da imprensa para divulgar as coisas importantes da nossa cultura”.

Além do acervo que é propriedade do museu, há um espaço que está destinado para exposições de individuais e/ou coletivas de artistas de Balsas e/ou região, sejam artes plásticas, esculturas, artesanatos. O museu estará aberto durante o festejo de Santo Antônio até as 21h da noite e nos dias úteis funcionará em horário comercial.

Confira parte do acervo

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close