ColunasDestaques

Mais de 2 mil postes foram quebrados em acidentes de trânsito no Maranhão

Em 2019, foram registradas 2.242 ocorrências de acidentes de trânsito com quebra de postes da rede de distribuição de energia elétrica, em todo o estado. Em São Luís, a quantidade de ocorrências aumentou de 330 em 2018 para 351 em 2019.

Segundo a empresa de distribuição energética do Maranhão, esse tipo de acidente tem consequências para a comunidade em geral por afetar, justamente, a distribuição de energia para a população.

Segundo os órgãos de trânsito, estes acidentes geralmente ocorrem durante a madrugada e nos finais de semana, devido excesso de velocidade, más condições das vias, estado de embriaguez, sonolência do condutor, falha mecânica ou falta de atenção dos motoristas, como, por exemplo, o uso do celular ao volante e à falta de manutenção dos veículos.

Nos pontos com os maiores registros de ocorrências, a companhia instalou barreiras de concreto – ou manilhas com areia – na frente dos postes, feitas para amortecer o impacto da colisão dos veículos em acidentes, dificultando a queda do poste sobre o carro e preservando assim a vida do motorista e dos passageiros.

O que fazer em acidentes com quebra de poste

Em caso de ocorrências dessa natureza, a companhia ressalta que a população entre em contato por meio da Central 116 e informe o local com ponto de referência, e que ligue também para o SAMU (192).

É arriscado se aproximar de fios e cabos, ou mesmo tocar em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica. Nos casos em que a estrutura caia sobre o carro, a orientação é que a vítima não saia de dentro do veículo até a chegada das equipes da Equatorial, que irão isolar a área e desligar a energia.

O Maranhão se informa aqui

Há 7 dias sem água moradores fazem fila a espera de carro pipa em Tasso Fragoso

Segundo os órgãos de trânsito, estes acidentes geralmente ocorrem durante a madrugada e nos finais de semana #OMaranhaoSeInformaAqui

Fonte: G1/MA

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close