DestaquesMaranhãoPolicial

Emboscada em terra indígena resulta na morte de duas pessoas no MA

Uma emboscada ocorrida na sexta-feira (1º) na Terra Indígena Araribóia, na região de Bom Jesus das Selvas, entre as aldeias Lagoa Comprida e Jenipapo, no Maranhão, resultou na morte do indígena Paulo Paulino Guajajara, também conhecido como o “Lobo Mau”, e de um madeireiro que também morreu na troca de tiros.

Além da morte do indígena Paulo Paulino Guajajara e do madeireiro, que ainda não foi identificado, o líder indígena Laércio Souza Silva está gravemente ferido.

A situação na Terra Indígena Araribóia já havia sido denunciada pelo grupo indígena que acusava os madeireiros de ameaça. Segundo os indígenas, as ameaças aumentaram após a apreensão de veículos utilizados na extração ilegal de madeira nas terras indígenas.

A Terra Indígena Araribóia é composta por etnias indígenas Ka’apor, Guajajaras e Awá-Guajás. As três tribos fazem parte de um grupo chamado “Guardiões da Floresta” que é formado com o intuito de proteger a natureza. Eles evitam invasões de madeireiros, incêndio e durante uma ronda na terra indígena, eles encontraram acampamentos de madeireiros e veículos usados para transportar a madeira.

O Maranhão se informa aqui

Em Balsas, PRF recupera veículo roubado em Luziânia/GO

Na troca de tiros morreram um indígena e um madeireiro. #OMaranhaoSeInformaAqui

Fonte: G1/MA

Deixe seu comentário
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close