DestaquesEntrevistasPolicial

Em Balsas: duas mulheres estelionatárias aplicam golpe de R$ 30 mil em vítima

Este é o segundo caso de mulheres vítimas de estelionato registrado pela PM em Balsas no mês de junho de 2018.

Uma senhora de boa posição social e cultural procurou a polícia militar para fazer uma denúncia de que fora vítima de um golpe de estelionato ocorrido nesta quinta-feira, 21 de junho. O golpe foi aplicado na Praça Elói Coelho (Praça do Banco do Brasil), no centro de Balsas.

A vítima relatou que foi abordada primeiramente por uma mulher perguntado se ela sabia onde morava uma determinada pessoa. Quando respondeu que não conhecia, foi passando outra mulher bem vestida (a comparsa), que entrou na conversa, e começaram a inventar uma história de um bilhete de loteria premiado no valor de R$ 30.000,00. A comparsa se identificou como advogada do IBAMA e que conhecia o gerente das loterias da Caixa. As duas simularam uma ligação para o suposto gerente informando o número do bilhete e o gerente respondeu que o valor do prêmio seria R$ 1.330.000,00. As duas começaram aquela enrolação e pediram R$ 30.000,00 emprestado para a vitima com a promessa de que devolveriam R$ 60.000,00.  Com toda uma lábia, em poucos minutos elas conseguiram fazer com que a vitima entrasse no carro com elas.

Cel Medeiros

“Duas desconhecidas, para se ver como conseguem enganar as pessoas. Os estelionatários vivem disso, estudam para isso, o tempo todo maquinam como aplicar golpes, como praticar o mal. Chegaram a ir à casa da vítima para cumprimentar seus familiares. As pessoas têm que estar espertas. Não acreditar em prêmios fáceis. Ninguém dá nada de graça; mas, infelizmente, a necessidade as vezes faz com que as pessoas acreditem e caiem nesses golpes, que costumam ser aplicados por duas mulheres para não levantar suspeitas e suas vítimas preferidas são mulheres, pessoas idosas, pessoas sós”, destacou Medeiros, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar.

A vítima foi à duas agências bancárias e sacou R$ 15.000,00 em cada, que eram as suas economias, e entregou nas mãos das duas estelionatárias, que fugiram e provavelmente nem são da cidade.

A polícia militar conseguiu imagens de câmeras de segurança e a polícia civil está investigando o caso na tentativa de identificar as duas estelionatárias.

Deixe seu comentário
Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close